Rodrigo Augusto Ribeiro – Caravela – Teatro Paiol

O cantor e compositor Rodrigo Augusto Ribeiro apresentou o concerto de Caravela, seu primeiro trabalho autoral, no Teatro Paiol, em 14 de abril de 2018. Com onze composições próprias e outras em parceria com artistas como Alexandre França, Luiz Felipe Leprevost e Chico Paes, o evento contou com a participação dos músicos Octavio Camargo, Nicolau Boscardin e Alexandre Vieira.

Com amplo repertório musical, suas composições têm como característica central as relações amorosas e uma leitura irônica sobre a política, o cotidiano e a vida. Além da voz, violão e piano, Rodrigo teve o companhia de Roberto Donato na guitarra e bandolim, Philipe Borba nos baixos acústico e elétrico, e Thales Lemos, na bateria e percussão.

Link para Caravela, no Spotify: https://open.spotify.com/playlist/57Vr6sR09N7aZV2BklmMpF?

“Seguindo a linha do tempo
partirá o sonho ao céu.
E não podemos prever
que morremos, tentando
aprender o que é viver.

Nem os poucos habitantes
nem a clara lucidez.
Perde o dia a procurar
e uma tarde mais passou.

Veja o dia nascer e crescer
e quando achar que acabou,
outro já raiou.”

CARAVELA

“Vai a onda me levar
no balanço da caravela
que antigamente
era mais precisa
e mais sincera.
Precisavam seguir
certeiras um rumo duro
e lento ao vento de verão.

porquanto seguia
o sino do cais
ao sopro da ventania
em tudo sentia
a serenidade
da brisa do mar.

Variante fluvial
que adormece o sol
calmo e leve
traz de longe a montanha
para o leme do navio
que chega em silêncio,
e parte pra nunca mais voltar.”

VIAGEM

“Tudo parece distante aos poucos distantes pra mim
Essa paisagem sem eira nem beira de estrada
Que vai me levando embora pra longe daqui
Buscando o progresso que Deus me jurou que me dava.

O sal é o meu quinhão
Um mar de plantação
Pro bem sacrifiquei
Pro bom de se viver.

Sempre vivendo e aprendendo a viver por um triz
E sigo o caminho que foi para mim destinado
Deixo pra Deus e Exu a guarida do lar
Levando comigo o passado em que eu era Feliz…

Meu Norte, que perdi
De tanto procurar
No peito um coração,
Saudade vai e vem.

Pressinto que sou nessa terra um errante qualquer
Entre o trabalho e a prece que vai de viés.
Preciso de paz, e algo mais para os meus desencontros,
Mas vou tão sereno que o vento, me passa através.

Meu Norte, que perdi
De tanto procurar
No peito um coração,
Saudade vai e vem.”

PENSAR ATÉ EXPLODIR

“Pensar, pensar até explodir
E não estar nem mais lá nem aqui
Em você apenas
E mudar a cada susto tomado

A cada choque em tomadas
A cada tomada de decisão.

Parar pra pensar em você
Enquanto o relógio preso na bomba
Cria a intenção
da primeira guerra nuclear

Beijar a sua boca e cortar o fio
azul que controla o tempo
Pensar, pensar e explodir mesmo
Em segundos,
minutos
meses anos
Da sua vida.”

ESTOCOLMO

“Calma lá tudo bem você pode ter
certas considerações
não são banais, vil
eu já sei, está tudo posto

Onde quer que eu vá há de sempre ter
esse carma essa parte do meu ser
que você sequestrou não pedindo nada
sem resgate

Mas você me ligava pra eu ouvir
minha voz que chamava de algum lugar
eu pedi socorro e ninguém me ouvia

me mandou pedaços do meu coração
pra provar que eu estava em suas mãos
eu passava fome eu passava sede; numa cela
eu com ela
que me sequestrou!

Os meus trinta segundos mais torturantes
no instante em que você distraída
a escapada
com gosto de canja fria
eu pensava: Estocolmo?

Um galeto mato adentro
tenso, tenro,
corro, desesperado
com a cara quebro galhos
cabuloso cativeiro
e eu pensava: Estocolmo?”

Rodrigo Augusto Ribeiro: voz violão e piano
Roberto Donato: guitarra e bandolim
Philipe Borba: Baixo acústico e elétrico
Thales Lemos: Bateria e percussão.

Fotos: Gilson Camargo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.